Category: Rock Alternativo


Psicodelia Barroca 1 – The Free Design

By Feirão do Vinil,

 

 

The Free Design

 

Autor do clássico “Spaced Out” (1973), Enoch Light foi produtor da fase mais inspirada do The Free Design. Banda genial, mas pouco conhecida, dos 60s.

Formado pelos irmãos Chris, Bruce e Sandy – mais tarde, Ellen a caçula, também integraria o grupo –, o The Free Design surgiu como parte da cena folk de Nova York na segunda metade dos sessenta. Filhos do jazzista Art Dedrick (trombonista e arranjador) e sobrinhos do trompetista Lyle “Rusty” Dedrick, tinham musica no sangue e logo ganharam notoriedade. Lançaram o primeiro álbum, “Kites are Fun”, em 1967 contando com a colaboração do pai nos arranjos “classudos” que casam perfeitamente com as harmonias vocais maravilhosas dos irmãos Dedrick.

Seus discos devem girar com freqüência nas vitrolas de gente bacana como The High Llamas, Broadcast e Stereolab, entre outros. Normalmente classificado como “Baroquee” ou “Psicodelia Barroca” (Seja lá o que isso signifique), o Free Design pode ser catalogado ao lado do Left Banke, The Association, The Turtles (fase “Happy Togheter”) e outros grupos inclusos no rótulo. Seus álbuns são bons para ouvir em sequência com o “Pet Sounds” dos Beach Boys ou “Odessey and Oracle” dos Zombies.

 

 

Estas classificações, no entanto, só servem para fechar num mesmo pacote artistas com influências e conceitos estéticos parecidos, se esquecendo da singularidade de cada um. No Free Design, por exemplo, é possível perceber em muitas composições forte influência do Jazz, com certeza, trazidas pelo pai arranjador. Bom exemplo é a bela versão deles para “Summertime”, extraída do EP “Heaven/Earth” de 69. De arrepiar

 

 

 

 

 

Feirão do Vinil

Endereço Rua Quintino Bocaiúva, 309 – Sé

São Paulo – SP

Tel.: (11) 3105-6714

 

 

 

 

 

The Years Punk Broke – A explosão do rock alternative está no Feirão do Vinil

By Feirão do Vinil,

 

The Years Punk Broke – A explosão do rock alternative está no Feirão do Vinil

 

Em 1991 puxado pelo estouro comercial de um trio de Aberdeen – não Seatle –, o rock alternativo explodiu internacionalmente. Era a chegada de Nevermind, segundo disco do Nirvana de Kurt Cobain, que impulsionado pelo inesperado sucesso de Smells Like Teen Spirit, ganhou as rádios do mundo, a MTV e camisetas de meninos e meninas mundo afora.


A partir daí bandas como Pavement, Lemonheads, Screaming Trees, Mudhoney, Afghan Whigs, Teenage Fanclub, Ride, Smashing Pumpkins, Alice in Chains, My Bloody Valentine, House of Love, Soundgarden, Flaming Lips e os veteranos do Sonic Youth, entre muitos outros, ganharam lugar nas paradas de sucesso, chegando a ganhar destaque em rádios brasileiras, que costumavam tocar apenas esse tipo de musica em programas específicos como os de Kid Vinil e Fábio Massari.


Apesar de o mercado já estar dominado pelo CD, na época o vinil ainda era muito popular como mídia musical e a industria brasileira correu atrás para a cegueira em relação ao gênero, lançando diversos dos álbuns destes artista em ambas as mídias.


O Feirão do Vinil conta com diversos desses títulos, tanto em vinil quanto em Cd, alguns importados e todos dentro da promoção de 5 reais cada exemplar. Faça uma visita.

 

Feirão do Vinil
Endereço Rua Quintino Bocaiúva, 309 – Sé
São Paulo – SP
Tel.: (11) 3105-6714