Category: Jovem Guarda


Clássicos da Jovem Guarda no Feirão do Vinil

By Feirão do Vinil,

 

 

Clássicos da Jovem Guarda no Feirão do Vinil

 

Em meados dos anos 1950, o cenário musical brasileiro vivia às portas de uma grande mudança. Ao mesmo tempo, a juventude também começava a adquirir novas características comportamentais que teria na música seu principal veículo de afirmação.

O mundo vivia um momento de verdadeira efervescência juvenil com a chegada do Rock´n´roll e, como era inevitável, suas influências acabaram por aportar também aqui no Brasil, graças a nomes como Elvis Presley, Chuck Berry, Bill Halley, Buddy Holly e, mais tarde e de forma mais efetiva, com os Beatles e os Rolling Stones, na década seguinte.

Essa nova sonoridade experimentada motivou diversos jovens a reproduzirem esse novo gênero com letras ambientadas em cenários urbanos brasileiros, batizada de Jovem Guarda – nome, originalmente, retirado de um programa televisivo da tevê Record, que começou a ir ao ar em 1965.

Novos cantores e bandas apareciam na cena musical da época, como os reis do “iê, iê, iê” embalados pelo som das guitarras elétricas e do ritmo ditado pelas baterias. Nesse mesmo período, a TV se torna o grande espaço de popularização de artistas como Roberto Carlos, Wanderléia, Erasmo Carlos, Sérgio Reis, Os Vips, Golden Boys, Jerry Adriani e Ronnie Von.

O aparecimento desses artistas acabou instituindo o movimento da “Jovem Guarda”, nome originalmente retirado do programa televiso da Record criado em 1965. Um dos fatores que possibilitaram a ascensão destes novos grupos e cantores na TV foi o espaço deixado pelos clubes de futebol, que haviam proibido a transmissão televisiva de suas partidas.

Não por acaso, a entrada pela TV favorecia o uso do visual moderno e das performances agitadas entre aqueles que se apresentavam nos programas do período.

Em suas letras, os cenários harmoniosos e as paixões adolescentes eram recorrentes no canto daqueles novos artistas. As situações cotidianas representadas por meio dessas canções eram geralmente dotadas de um clima descontraído e por situações de natureza cômica. A euforia de um beijo roubado, o passeio de carro pela cidade ou a ida ao cinema se tornavam pano de fundo de situações ficcionais que povoavam o imaginário dos fãs daqueles jovens ídolos.

A Jovem Guarda representa um divisor de águas na cultura jovem e também na musica popular brasileira e o Feirão do Vinil possui uma enorme variedade de títulos produzidos pelos artistas que representaram o movimento. Todos dentro da promoção de 5 reais cada exemplar.

 

Feirão do Vinil

Endereço Rua Quintino Bocaiúva, 309 – Sé

São Paulo – SP

Tel.: (11) 3105-6714