Category: Jazz


Charles Mingus – Jazz no Feirão do Vinil

By Feirão do Vinil,

 

Charles Mingus – Jazz no Feirão do Vinil

 

Em 1957, Orval E. Fabous, então governador do Arkansas, protagonizou um dos mais medonhos atos de intolerância racial. Atendendo às políticas que começavam a dar passos em direção ao fim da segregação racial nos Estados Unidos, crianças negras finalmente puderam estudar com os brancos nos colégios antes segregacionistas. Inimigo das mudanças, Fabous convocou a Guarda Nacional para que cercasse a Little Rock High School e impedisse que os primeiros nove adolescentes negros aceitos na escola entrassem para seu primeiro dia de aula.

A historia ganhou repercussão e acirrou ainda mais os ânimos naqueles tempos explosivos e, ao lado do caso Rosa Parks, presa por se recusar a ceder seu lugar num ônibus a um passageiro branco – acredite estava na lei que um negro era obrigado a fazê-lo –, é uma das fagulhas que deram início ao incêndio de fúria e violência que marcaria a luta pelos direitos civis no país, na década seguinte. Também foi a inspiração para que Charles Mingus compusesse “Fables of Fabous”, exemplo da munição do artista quando bravo.

ARTilharia pesada, grito de inconformismo e exemplo da música popular sendo mais do que arte ou entretenimento. A letra já traz tudo o que rap seria – ou, pelo menos, foi quando o gênero ainda guardava nas veias atitude. Gravada em 1959, no álbum “Mungus Ah Um”, os vocais foram suprimidos por ordem da gravadora Columbia, ofendida com os versos “He´s a fool! Boo! Nazis, Fascist, Suprimist! Boo! Ku Klux Klan with your Jam Crow Plan” ou “Fabous, Rockefeller, Eisenhower/Why are they so sick and ridiculous?”, e a faixa foi lançada em versão instrumental.

Charles Mingus e outros heróis e vilões do Jazz estão no Feirão do Vinil. Tudo por apenas 5 reais a peça e com descontos em compras a partir de 40 reais. Venha conferir…

Jelly Roll Morton – Jazz no Feirão do Vinil

By Feirão do Vinil,

 

 

Jelly Roll Morton – Jazz no Feirão do Vinil

 

Ferdinand Joseph LaMothe, o grande Jelly Roll Morton, decidiu trabalhar como cafetão aos 16 anos. Arranjou emprego em um prostíbulo popular de New Orleans, graças ao seu talento no manejo de dois instrumentos: a navalha e o piano.

Gostava de botar banca de que o Jazz seria uma invenção totalmente sua. É claro que, nem mesmo ele, acreditava nisso. Todo gênero popular nasce de diversas experiências, junções e se desenvolve através de um processo de criação coletiva. No caso do Jazz, Jelly Roll é, certamente, um dos muitos pais do gênero, não seu criador!

Mas Jelly Roll estava lá e sabia como ninguém contar a história. Jass era escrito com “S”, pois nasceu nos ambientes freqüentados por marginais e prostitutas. O “J” é de jasmim, o perfume preferido das damas da noite e ASS é exatamente o que você está pensando, segundo o próprio em mais de um depoimento. Segundo ele e outros dos primeiros músicos do gênero, a grafia com “Z” foi coisa dos brancos para afastar a conotação sexual.

Mesmo depois de alcançar respeito e dar início a uma carreira com a ascensão do gênero que ajudou a inventar, vivia se metendo em encrencas, não perdendo a oportunidade de se meter em uma briga. Não tenho dúvidas que, caso alguém lhe dissesse que o Jazz agora era branco na poesia e negro no coração, quebraria a cara do sujeito!

Jelly Roll Morton e outros imortais do Jazz estão no Feirão do Vinil em LPs, compactos, CD e todos os demais formatos. Tudo dentro da promoção de 5 reais a peça e descontos em compras a partir de 40 reais.

Promoção do Feirão do Vinil dá descontos e oferece discos a 2 reais.

By Feirão do Vinil,

 

 

Promoção do Feirão do Vinil dá descontos e oferece discos a 2 reais.

 

Deu a louca no Feirão do Vinil! Além de oferecer álbuns e compactos de vinil, CDs, DVDs e outros formatos, mesmo raros e importados, a apenas 5 reais a peça, a loja agora também está promovendo uma série de descontos e promoções.

Agora, a cada 40 reais em compra os clientes da loja ganham um desconto de 5 reais, que o comprador pode investir na aquisição de mais um vinil, CD ou DVD, enriquecendo ainda mais sua coleção.

Mas não é só isso. O Feirão do Vinil também acaba de inaugurar uma seção de discos em promoção a 2 reais a peça.

Imperdível para colecionadores e aficionados por música.

 

Feirão do Vinil – Esquina Cultural

Rua Quintino Bocaiuva, 309 – Sé

Tel. 3105-6714

Tá Chegando Mais

By Feirão do Vinil,


O Acervo do Feirão do Vinil Recebe Mais Novidades esta semana

O Feirão do Vinil começa o ano de 2018 com uma nova leva de discos que devem fazer a cabeça de seus clientes e colaboradores. O acervo, que já era enorme, esta semana deve receber a aquisição de mais 10 mil LPs em vinil, 2 mil CDs e mil DVDs. Todos pelo preço de 5 reais a peça.
Os títulos fazem um apanhado de todos os gêneros, ritmos, artistas e épocas. Representando um dos mais variados e diversificados catálogos que passam pelo rock, MPB, Jazz, Pop, Hip Hop, musica sertaneja, brega, samba, bossa nova e etc.
A promoção continua imperdível.